terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Câmara de Altaneira aprova projeto de reajuste de servidores e contratação temporária

Foto: João Alves.
Em sessões extraordinárias realizadas na manha de hoje, 29/01/2019, foram aprovados por unanimidade dos projetos de leis oriundos do poder executivo.

O projeto 001/2019 que trata sobre reajuste dos vencimentos dos servidores municipais concedeu 4,612% de atualização salarial, deixando somente os profissionais fora desse reajuste.
Já o projeto 002/2019 dispõe sobre alteração da lei 730/2018 foi autorizado a contratação temporária de 60 servidores públicos municipais. Dentre esses servidores estão médicos com diversas especialidades, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, odontólogos, técnico de enfermagem, motorista, etc.
As duas sessões, para apresentação e a outra para votação, foram realizadas seguidamente e em virtude de não termos a composição da comissão permanente o presidente designou o vereador Antonio leite como relator das duas matérias.
Em seus relatórios o vereador criticou o valor do reajuste concedido aos servidores municipais, citando a que o percentual de 4,612% e apenas de reparar a corrosão impostas pelos índices inflacionários divulgados pelo governo federal, não se tratando de reajuste efetivado pelo executivo municipal como foi propagado nas redes sociais.
No tocante a contratação temporária o relator citou haver despreparo e falta de planejamento da administração já quer todos os cargos elencados, tanto na lei 730, quanto na presente alteração são cargos de serviços continuados que deveria ser prestados a população de forma regular e constante. Todavia, o ingresso legal seria por chamamento de concurso publico.
As matérias foram aprovadas com duras criticas dos vereadores oposicionistas e defendida pela vereadora Zuleide, recém integrante da base de situação.
O vereador Devaldo Nogueira concordou com algumas criticas e relatou sua indignação em relação a contratação de medico veterinário em anos anteriores, mas os serviços não foram executados.
Os projetos serão encaminhados ao poder executivo para sanção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu pensamento ou comentário.