quarta-feira, 25 de abril de 2018

Prefeito participa de sessão da Câmara para justificar “conversas” sobre fazenda Propiá

Durante todo ano passado surgiu denúncias sobre a possível compra de uma extensa área de terra do Prefeito de Nova Olinda pelo Prefeito de Altaneira Dariomar Rodrigues na localidade de Santana do Cariri – CE.


As reclamações começaram quando populares e o Vereador Devaldo Nogueira denunciaram o uso de maquinário público de nosso Município para fazer melhorias da estrada que dá acesso a essa fazenda.

Quando questionado na Câmara, o Prefeito enviou cópia de oficio da Prefeita de Santana do Cariri, solicitando ajuda na recuperação dessa estrada. Dessa forma, o Prefeito justificou que foi feito esse investimento por ter boas relações com a Prefeita de Santana e que não poderia deixar de atender a esse pedido.
Os comentários se intensificaram, chegando ao ponto de simulares valores da compra.

Na sessão de quarta passada, 18/04, o Vereador Professor Adeilton, quando debatiam sobre essa forte crise que o Município atravessa, argumentou sobre essas reclamações da população, da desconfiança da compra e de algumas licitações com valores exagerados para situação atual do Município.

Na sessão de hoje, 25/04, o Prefeito compareceu a Câmara para justificar aos Vereadores e a população sobre alguns assuntos e dentre eles sobre os comentários sobre essa fazenda.

O mesmo trouxe cópias da documentação referente ao contrato de arrendamento e termo de desistência do mesmo.

Pelas imagens, o prefeito arrendou a fazenda em 02/02/2017 por cinco anos no valor de R$ 18.000,00 anuais. No entanto no dia de ontem, 24.04, o prefeito, por meio do termo de desistência, desistiu da continuidade do mesmo. Esse cancelamento gerou um outro clima de desconfiança sobre tal transação. Alguns questionam: Município em crise, cancela o arrendamento ontem... Sei não.

Com relação ao cancelamento do arrendamento dessa fazenda, “parabenizamos” o prefeito, pois o mesmo precisa dar exemplo e fazer cortes tanto na administração como pessoais, para buscar sensibilizar a população dessa crise e de ajudar nosso Município sair dessa situação.

Argumentamos que alegações de que a Câmara tem culpa a respeito da queda na educação em 2016 é balela. Não podemos ser responsabilizados por essa queda, enquanto as aplicadoras do SPAECE do estado comprovaram tentativas de burlarem os resultados com a tentativa de ensinarem aos alunos não aplicação das provas.

No mais, pediu sabedoria a Deus para ajudar na solução dos problemas da municipalidade.