quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

PREFEITO TENTA JUSTIFICAR QUEM SÃO OS “TRAÍRAS”

O Prefeito Municipal de Altaneira lançou nota tentando esclarecer fatos a respeito de matéria publicada aqui neste blog com o título: QUEM DE FATO SÃO OS “TRAÍRAS”?

Em sua publicação na rede social Facebook, o Prefeito buscar justificar suas possíveis traições aos resultados expressivos conseguidos nas últimas eleições. Afirma que a maior avaliação do político é a URNA, é lá que somos julgados e o povo altaneirense já esse julgamento por três vezes.

Sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal ele relatou ter feito questão que o poder executivo não deveria ter nenhuma ingerência. Alega ter havido uma falta de entendimento na primeira, propôs que cada Vereador fosse Presidente por um ano. Começando por Lélia.


Não há quem acredite nessa não ingerência do executivo nas eleições da Câmara. Como ainda, julgamos irresponsável o fatiamento dos mandatos da Câmara para agradar aliados políticos. Fazendo da Casa Legislativa cabide de negociações, desrespeitando a Lei Orgânica e o Regimento Interno. Como ainda, se o mandato dos Vereadores é de quatro anos, eles tinham 5 Parlamentares, como cada um ficariam um ano? Pior ainda é saber que Vereadores eleitos pelo povo, prestando o compromisso de respeitar as leis municipais, aceitam um papel desse. Dessa maneira, fica explícito que a única justificativa para tal alteração seria o valor da remuneração que o mesmo passará a receber.

Em seguida o Gestor maior, afirma que nas ações de bastidores percebia a existência de “agrupamento” entre os Vereadores Adeilton, Alice e Lélia. O que crer ter motivado Antonio Leite a abdicar do acordo.  E que mesmo conhecendo todas as deficiências da Presidenta pediu que os mesmos apoiassem.

Essa afirmação classificamos como mentirosa. Não existiu, em momento algum, conversa sobre formação de grupos, nenhum dos Vereadores tiveram a coragem de nos informar sobre esse fatiamento dos mandatos da Câmara. Porém, por saber o abandono que fez aos compromissos firmados com Raimundim e as inúmeras e desnecessárias perseguições ao grupo de Lélia, temeram uma derrota já em 2013 e orientaram Antonio Leite a desistir do compromisso.

O Prefeito afirmou que em 2014, o Vereador Antonio Leite, representou junto ao TCM-CE, contra o Vereador Adeilton Silva, por acumulação ilícita de cargos públicos. O Tribunal de Contas determinou fosse notificado o ex-vereador Raimundim, para que se manifestasse sobre a denúncia, na condição de ex-presidente da Câmara, que ao fazê-lo, apresentou DEFESA do denunciado, aduzindo que a denúncia do vereador Antonio Leite era perseguição política. A defesa do vereador Adeilton foi protocolada junto ao TCM-CE, em Fortaleza-CE, pela Vereadora Alice Gonçalves, esposa de Raimundim, com viagem paga pela Câmara, tudo autorizado pela Vereadora Lélia de Oliveira. Toda essa movimentação ocorrida no período de março a abril de 2014.

Mais uma vez o Prefeito cria situações e inverdades. Em nenhum momento Raimundim fez minha defesa e Alice levou para protocolar no TCM. O Ex-Presidente Raimundim apenas relatou o que condiz com a verdade, afirmou que era o Vereador mais presente da Casa e que cumpria com todas minhas responsabilidades parlamentares. Como Lélia e Alice iam a capital a serviço do Legislativo, levou tais esclarecimentos para serem protocolados. Esclarecimentos de Raimundim e não minha defesa.

O prefeito finaliza com dois questionamentos: Porque não divulgaram esses feitos? Porque essa movimentação processualística não foi publicada nas redes sociais ou em seus blogs? 

E ainda acrescenta:

Esse governo não vai se submeter ou temer a esses que desesperadamente tentam de maneiras mais sórdidas possíveis com denuncias e articulações de prejudicar o desenvolvimento do nosso município, essa pratica politica de se dar bem com chantagens, jogos e ameaças funcionava em outros governos, nesse NÃO.

Não divulgamos nas redes e em nosso blog por que tais criações feitas pelo prefeito não existiram.

As nossa denúncias e articulações buscam completamente o contrário do que entende o senhor Prefeito. Não buscamos prejudicar o desenvolvimento município e sim socorrê-lo desse desgoverno que dias após dias se constroem esquemas para favorecer a um pequeno grupo enquanto os demais são esquecidos. Não queremos nos dar bem e sim fazer o bem. Não praticamos chantagens e muito menos ameaças. Nossas ações são muito mais fortes do que ameaças e chantagens.


De fato, o Prefeito e seus comandados são péssimos entendedores do meio que os cercam e ainda não estão preparados e a vivenciar na democracia e, pior, não aprenderam a reconhecer seus erros e muito menos a respeitar as diferenças, as pessoas que não aceitam mais dizer “amém” a suas grosserias e ordens. 

no entanto, o Prefeito não fez menção as posições de Antonio Leite sobre se oferecer para ser nosso presidente no final de 2012 e nem sobre abandonar a Câmara para servi-lo. Como ainda, não justificou a quebra dos compromissos que havia firmado com Raimundim.