domingo, 18 de janeiro de 2015

O PREFEITO DO RETROCESSO

Universitários reunidos. Foto: João Alves.
Transporte de qualidade e GRATUITO para os estudantes de todos os níveis. Essa foi a proposta apresenta por Delvamberto em seu “plano de governo” na campanha de 2012.


Hoje os universitários estão lutando para que o prefeito cumpra as leis em benefício da categoria. O presidente recém-eleito da Associação Universitária de Altaneira – AUNA, Fernando Teles, apresentou um balanço do encontro que teve com a administração. Segundo ele, o prefeito Delvamberto Soares relatou que os transportes não mais estarão a serviço da classe e que em contrapartida tinha o desejo de retomar o programa “Bolsa Universitária” no valor equivalente a R$ 200,00. “O problema”, disse o Fernando, “é que esse programa não atinge a todos. Apenas alguns. Aqueles de baixa renda”.

O presidente informou que diante do cenário seria interessante lançar uma contraposta que esteja mais condizente com as condições financeiras dos mesmos. Depois de um levantamento dos prováveis gastos com 04 (quatro) veículos, um pela manhã e três à noite, o que chegaria a um teto de aproximado de R$ 14.600,00 (quatorze mil e seiscentos reais) feito por Geniara Sales, Fernando disse que iria levar a proposta para que a administração repasse para a AUNA um valor de R$ 9.000.00 (nove mil reais) e o restante seria dividido mensalmente entre os estudantes.

Para o vice-presidente Claudio Gonçalves, a medida adotada infringe o que diz o Art. 189 da Lei Orgânica e sugeriu que fosse colocada em votação além da proposta supracitada mais duas. Uma que agregue tanto a Bolsa Universitária que já está em orçamento e o repasse. A outra seria que o executivo custei de forma integral.

Também foi sugerido que a direção leve com proposta um valor a ser repassado pela a administração superior aos R$ 9.000,00, uma vez que levando em consideração o número de estudantes, algo entorno de 103 (cento e três), o valor individual a ser pago mensalmente fica próximo de R$ 142,00 (cento e quarenta e dois reais). O que é totalmente conflitante em relação a situação financeira destes.

Com informações: Blog Informaçõesinfoco.

Queria ver os defensores de plantão reconhecer que nossa matéria publicada na semana passada é sim verdadeira. Os universitários não terão mais transporte gratuito. Nos deixa entristecido ver uma administração querendo firmar acordo para cumprir com a lei. Tanto o transporte gratuito como o bolsa universitário são lei, não precisa negociar ou acordar para se cumprir. Não se pode aceitar tamanha aberração, e nós formadores de opinião devemos nos opor a isso.

ESTA REALIDADE SÓ DEPENDE DE VOCÊ! FAÇA A DIFERENÇA! ACREDITE, VOTE 40.


O povo na sua maioria acreditou. E no que deu???