sexta-feira, 4 de abril de 2014

VEREADORES DE ALTANEIRA COBRAM OS CONTRATOS SOCIAIS DAS EMPRESAS VENCEDORAS DE LICITAÇÕES EM 2013

Foi aprovado na ultima Sessão Ordinária, 01/04, por unanimidade, requerimento de autoria do Vereador Professor Adeilton, em que solicita o envio dos CONTRATOS SOCIAIS das empresas vencedoras dos certames licitatórios no município de Altaneira no exercício financeiro de 2013.

O Vereador Professor Adeilton justificou a necessidade de ter acesso aos documentos das licitações de 2013, em especial dos referidos contratos sociais, após grandes comentários na cidade a respeito de pessoas que são proprietários de empresas e receberem benefícios do Programa Social Bolsa Família. O Vereador informou que já solicitou através de oficio a relação nominal dos beneficiários do Programa Bolsa Família do município. Porém, é necessário os contratos sociais para conferir tais comentários.

O cidadão e Ex-Secretário Municipal Rogerio Arrais, publicou em seu perfil na rede social facebook que em conversa com o Prefeito Delvamberto, havia alertado sobre a postura de alguns dos seus assessores e que uma empresa no nome de um “LARANJA” já havia recebido cerca de R$ 49.500,00 e que o cônjuge da proprietária é beneficiário do Programa Bolsa Família.

Leia a postagem:

“Em conversa informal que tive com o Delvamberto em uma oportunidade no Distrito do São Romão eu alertei o mesmo que tinha alguns assessores dentro da sua Adm. que não era merecedor da confiança por ele depositada e hoje o que ouvimos nas ruas da cidade é que alguns desses assessores que hoje não fazem mais parte da sua administração começaram a fazer "denuncias" contra a própria administração que até ontem defendiam e elogiavam. Isso vem deixar claro que o gestor antes de tudo tem que ser mto criterioso na escolha de seus assessores mais próximo para que não venha ficar "refém" de pessoas sem o mínimo de ÉTICA pré requisito esse fundamental para quem deseja assumir o cargo de confiança em qualquer administração. Dentre essas "denuncias" propagadas no "boca a boca" tradicional de rua aparece uma a respeito de uma empresa aberta no município que dizem ser em nome de uma "LARANJA" que foi vencedora de uma licitação e recebeu do município a quantia de R$ 49.500,00 no ano de 2013, acontece que o cônjuge da proprietária da empesa é beneficiário do Programa Bolsa Família do Município. Cabe ao órgão fiscalizador do município que é a Câmara Municipal fiscalizar para detectar se tem alguma irregularidade nesse processo e fazer isso de forma responsável para que pessoas "inocentes" não venham ser penalizadas ou injustiçadas caso tenha de fato alguma irregularidade.” Citou Rogério Arrais.



Acreditamos que esse requerimento será atendido e que nos serão enviados os contratos sociais das empresas vencedoras dos certames licitatórios de 2013 para que possamos fiscalizar e comprovar se essa denuncia procede.