terça-feira, 18 de março de 2014

PROFESSORA CRITICA ENGAJAMENTO DOS PROFESSORES E INFRAESTRUTURA DAS ESCOLAS

Professora Heloísa Bitu ao centro com os colegas na paralisação. Foto: João Alves.
A Professora Heloísa Bitu, professora da rede estadual de ensino, postou nessa manhã de hoje, 18/03, um ótimo texto questionando o engajamento dos professores na greve nacional e a infraestrutura das escolas brasileira.

Acompanhe o texto:

"O Brasil inteiro se mobiliza e com tanto acesso às tecnologias e oportunidades de informação ninguém em Altaneira sabe, além do seu próprio umbigo ou da desgraça alheia! A classe dos que se intitulam professores não se engajam em reivindicação nenhuma para benefício da maioria, quiçá para as que possam favorecer seu próprio bolso. Política social medíocre! Diariamente, anualmente perdem muito mais nossos alunos, tendo que se amontoar em salas superlotadas, mal estruturadas, em escolas onde o governo constrói e a palavra MANUTENÇÃO parece ter evaporado do dicionário! Universidades e cursos técnicos formando pessoas com trabalhos de cunho científico que mais parecem cardápios de botequim. Biólogo que nunca viu um microscópio, enfermeiro que mal sabe o que se está aplicando em pacientes... e por aí vai. QUALIDADE em condições de trabalho para nós professores, caminha distante... virou utopia! Basta uma palestra motivacional no início do ano e uma comemoraçãozinha no dia do Professor! Lembrando de Panis Et Circenses de Caetano e Gil: " ...mas as pessoas na sala de jantar são ocupadas em nascer e morrer..." Depois é o professor que tem que elaborar planos mirabolantes e perder os seus dias de lazer... porquê se depender da opinião da maioria, manifestação boa para a classe, o governo e os pais é no final se semana! Milhões em Estádios de Futebol, mas FANTÁSTICO mesmo são as escolas sem água potável, banheiro e até sem sala de aula. Quem conhece Rubem Alves sabe "a esperança é uma droga alucinógena..." uma pena serem poucos a utilizá-la para onde se quer chegar!" HELOÍSA BITU FERRAZ.