terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO ENVIA PROJETO REDUZINDO SALÁRIO DE PROFESSORES

Foi encaminhado a Câmara de Vereadores projeto de lei em que define a remuneração de professores contratados temporariamente. O referido Projeto é assinado pelo Prefeito Municipal Delvamberto Soares e pelo Secretário de Educação Deza Soares, tio do Prefeito.



O referido projeto consta de Anexo I, que para surpresa de todos é proposto uma redução salarial para os professores contratados temporários.

Veja como era o valor antes e o valor proposto:

CATEGORIA
ANTES
PROPOSTO - PERCA
Professor Especial 20h
R$ 988,00
R$ 850,00 – 14%
Professor Especial 40h
R$ 1.976,00
R$ 1.700,00 – 14%
Professor Educação Básica 20h
R$ 1.042,00
R$ 935,00 – 10%
Professor Educação Básica 40h
R$ 2.084,00
R$ 1.870,00 – 10%


Em meio a tantas criticas, pedidos e reivindicações por reajuste, tendo em vista que a categoria esta a mais de dois anos sem receber nem se quer os reajustes repassados pelo governo federal para os professores. Os professores, ao invés de receberem melhoras salariais, terão é uma perca considerável.

Acreditamos que os professores temporários estão cientes da proposta. O secretário justifica que é necessária essa diferenciação entre os efetivos e os temporários. Percebemos que os professores temporários já são tão maltratados, pois não lhes pagam 1/3 de férias e muito menos 13º salário. 



Acredito que se o Secretário pretende implantar uma diferença salarial entre os efetivos e os temporários, o mais viável seria propor um reajuste em torno dos 15% aos efetivos e manteria os temporários com a mesma remuneração existente. 

Acredito ainda que na história de Altaneira é a primeira vez que se tenta reduzir o salário de professores. Como já foi citado, o atual Secretário vai ficar na história como o que passa dois anos sem conceder reajuste aos professores, o que recebeu a categoria com melhor salário da região e deixa se tornar um dos piores e agora como o único a propor redução salarial para os professores.