terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

MELANCIA CÁ E COLORAU LÁ!

Os Vereadores de Santana do Cariri, no sul do Ceará, denunciaram nesta segunda-feira (24), a compra, pela Prefeitura do Município, de quase uma tonelada de um produto para ser usado na merenda escolar: o colorau.

De acordo com a denúncia, a Prefeitura de Santana do Cariri comprou em dezembro de 2013, por meio de compra direta, 889 quilos de colorau ao custo de R$ 5.100. Fabricado a partir da semente do urucum, o corolau não tem nenhum valor nutritivo e é utilizado apenas como corante na preparação de carnes e massas.

A denúncia partiu dos vereadores Arclébio Dias (PSB) e Gilvaneide Sisnando (PT). “Estamos na base final da peça de denúncia para que possamos dar entrada em todos os órgãos competentes no nosso estado. Iremos fazer isso no TCU [Tribunal de Contas da União], no Ministério Público Federal (MPF-CE) e, possivelmente na Polícia Federal (PF), uma vez que se trata de verba federal”, explica Arclébio Dias.


A compra direta permite que o gestor utilize até 30% dos recursos destinados à merenda escolar para adquirir itens de produtores locais, a fim de valorizar a agricultura familiar. “A gente verificou que não existe produtor de colorau aqui no município. Um dos produtores [que aparece na nota fiscal] é meu vizinho e eu nunca vi um pé de urucum na propriedade dele”, diz a vereadora Gilvaneide Sisnando.
O vereador João Cabral (PT), líder da Prefeita na Câmara, tenta explicar a compra e erra na conta. “No final de 2013 resolvemos comprar para o ano letivo [de 2014]. Se a população pegar 889 quilos e dividor por 18 [o número de escolas do município] vão dar quase 50 quilos por escola. Pegando esses 50 quilos e dividindo por 10 meses vão dar 5 quilos por mês. Dividindo os 5 quilos por 20 dias letivos vamos ter 500 gramas por dia (sic)”. Fazendo a conta correta, temos 250 gramas de colorau por escola/dia. Quantidade grande para uso diário.
Segundo o Secretário de Governo da Prefeitura, Enéas Nogueira Neto, providências já foram tomadas para o esclarecimento da compra de colorau. “A prefeita [Danieli de Abreu Machado] decidiu afastar imediatamente a secretária de Educação [Ana Maria Sisnando de Melo] para que a gente possa apurar o fato e, constatada a irregularidade a gente [vai] tomar as providências cabíveis”.

Denunciamos aqui em Altaneira denunciamos que a empresa vencedora de uma licitação era uma velha conhecida do município, a João Matias Rodrigues – ME, pois tem sido a vencedora de todas as licitações que envolvem gêneros alimentícios, matérias de escritórios, etc. em nosso município, desde que os atuais gestores chegaram ao poder.

Vários valores expostos em tal licitação chamaram a atenção dos Parlamentares Altaneirenses.

Entre muitos os que merecem maiores investigações e reclamações são: R$ 12.375,00 para compra de LARANJAS. R$ 11.491,00 para aquisição de macaxeira e R$ 37.000,00 para compra de MELANCIA. Acreditem 37.000 reais para serem gastos com melancia. Registramos que o responsável pela homologação de todo processo é o então Secretário de Educação o VereadorDEZA SOARES, que antes era sinônimo de moralidade, transparência, ética e responsabilidade. Hoje todos esses atributos que o mesmo dizia ter caíram por terra.

Foi publicado pelo Advogado Raimundo Soares em seu perfil no facebook uma foto do Secretário de Finanças Ariovaldo Soares se deliciando com uma enorme fatia de melancia e o jurista ironiza:


“O Secretário é outro, mas seria da mesma melancia?”

 

 

 

A denuncia de Santana do Cariri já está no site da globo e a nossa ainda em pé de investigação.