domingo, 16 de fevereiro de 2014

COMUNIDADE DO SÃO ROMÃO SOFRE COM FALTA DE TRANSPORTE NA SAÚDE

Vale São Romão. Foto: Cicero Sousa.
Semana passada recebemos ligações da comunidade do São Romão criticando a falta de transporte emergenciais para socorrer as pessoas doentes. A comunidade criticava ainda a ausência das autoridades no Vale para que se pudessem fazer suas reivindicações.

Nessa última sexta-feira, 14/02, convidei o Vereador Genival e fomos ao Distrito averiguar as reclamações e ouvir as criticas daquela humilde comunidade. Visitamos alguns conterrâneos e, de fato, a situação é preocupante, humilhante e de muita irresponsabilidade do poder executivo.

Segundo os relatos, há mais de quatro meses que foi retirado o único veiculo que estava à disposição da comunidade para socorrer os impossibilitados, acometidos de algum problema de saúde.

Em 2010 a comunidade tinha a sua disposição dois carros alocados para fazerem os atendimentos no transporte de pessoas que necessitassem até a sede do município que é onde existe o único hospital da cidade. Com a saída de Dorival e a posse do Prefeito interino, Raimundim retirou os carros e colocou uma Ambulância com motorista de plantão 24h a inteira disposição de todos. Criticamos a redução na quantidade de veículos, mas mesmo assim a comunidade continuava assistida.

Com a posse do Prefeito Delvamberto a ambulância continuou, mas nos últimos meses do ano passado essa ambulância foi retirada e ate o momento à comunidade sofre com a dificuldade de locomoção de seus entes acometidos de algum problema de saúde. O Vale do São Romão fica distante de nossa sede por cerca de 13 km e possui algumas inclinações íngremes o que dificulta ainda mais o acesso.

Algumas mães lamentaram que quando suas crianças ainda de colo adoecem são levadas em garupas de motos, muitas vezes de madrugada na garoa e até debaixo de chuvas. As pessoas que tiverem condições financeiras de fretar um carro tem que pagar R$ 40,00 por viagem. Conversamos com o senhor Agemiro que está usando uma sonda devido um tratamento que vem fazendo. O mesmo cita que já teve dia de fretar carros duas vezes por dia pagando R$ 80,00. Ele lamenta que seu salário de aposentado fica comprometido com o gasto com remédios e agora com os fretes.

O Ex-prefeito Raimundim junto com sua esposa Vereadora Alice, nos informaram que já havia cobrado da administração municipal atitudes na resolução desse grave problema. E foram informados que estavam recebendo duas ambulâncias novas e uma delas seria destinada a comunidade do São Romão. Só que até essa data não efetivaram essa promessa.

Tanto nós, como o Vereador Genival ficamos surpresos e entristecidos com esses descasos da administração municipal com as famílias do nosso adorado Vale. Acredito que devemos lutar pela expansão dos atendimentos as famílias em nosso município e não pela retirada ou diminuição das poucas ações existentes. Já cobramos a implantação de veículos em outras comunidades, enquanto o prefeito retira os já existentes. Assim estamos andando em contra mão e as pessoas mais humildes de nossa cidade pagando um preço alto pela falta de compromisso e responsabilidade dos nossos gestores.

Clamamos a Secretária de Saúde Ana Paula ou Dariomar e ao Prefeito que se sensibilizem com o sofrimento e desespero daquela gente. Pois todos sabem que é simples a resolução desse problema e entendemos que nem deveria existir, tendo em vista que se gasta tanto recurso público com outras situações muito, mas muito desnecessárias.