terça-feira, 27 de agosto de 2013

VEREADORES DO LADO DO PREFEITO APROVAM A TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM ALTANEIRA

Vereadores da base do prefeito e que aprovaram a Taxa de Iluminação Pública.
Nessa tarde de hoje, 27/08, na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, os Vereadores de situação seguiram o Parecer dado pelo Relator Ver. Edezyo Jalled e aprovaram a questionada CIP – Contribuição de Iluminação Pública, o projeto foi aprovado por maioria simples de 5 votos favoráveis e 4 contrários.
O projeto deu entrada nessa Casa desde novembro de 2012, no entanto, o prefeito junto do Secretário de Finanças, Ariovaldo, demostraram um forte interesse em ver tal aprovação acontecer.
Participamos de reunião na Coelce em Juazeiro do Norte e firmamos acordo de só votarmos o Projeto após receber relatório da Coelce e realizar uma Audiência Pública com a comunidade e profissionais na área. Vejam: 
Um ponto que nos chama atenção é que após a aprovação do Projeto os proprietários de terrenos e prédios fechados, mesmo que sem ligação elétrica, no perímetro urbano de Altaneira, irão pagar Iluminação Pública junto com IPTU.
Sobre os Isentos de contribuição a União, o Estado e o Município que são os maiores consumidores não pagarão.
Outro ponto preocupante é que o referido projeto nem estava na pauta da comissão e os Vereadores estavam com o entendimento de só votarem depois de receber relatório da Coelce e realizarmos Audiência Pública. Mas o Secretário de Finanças, Ariovaldo veio a Câmara, assumiu os trabalhos do relator, fez o Parecer do projeto e o mesmo foi aprovado. O pior que ainda tem Vereador que diz votar por consciência própria e não a mandado do Prefeito. Será que há quem acredite depois disso tudo? Acho que só eles mesmos.
Secretário de Finanças, Ariovaldo, fazendo o Parecer para o Relator  Ver. Edezyo.
Votaram pela Aprovação da Taxa de Iluminação Pública: Ver. Edezyo, Ver. Flávio, Ver. Antonio Leite, Ver. Alice Gonçalves e Ver. Lelia Oliveira.
Votaram contra: Ver. Professor Adeilton, Ver. Genival, Ver. Gilson e Verª. Zuleide.


Infelizmente os Vereadores do grupo “prefeitonista” aprovaram de imediato o projeto e não deram ouvidos e nem cumpriram o compromisso feito com os dirigentes da Coelce onde só iria votar o projeto depois de receber o Relatório da Coelce e realizar AUDIÊNCIA PÚBLICA com a comunidade. Mas uma vez fica claro a influência do executivo em nossos trabalhos, o projeto não estava nem na pauta de hoje da Comissão, mas foi impostos e os Vereadores do lado do Prefeito mudaram de imediato suas posições e compromissos.