terça-feira, 2 de julho de 2013

ACONTECEU MAIS UMA AUDIÊNCA PÚBLICA SOBRE REVITALIZAÇÃO DA LAGOA

Promotor Dr. David na Audiência Pública.
Na manhã de hoje, 02 de julho de 2013, aconteceu no Fórum da Comarca Vinculada de Altaneira mais uma Audiência Pública com o representante da Promotoria Pública, Dr. David, representantes do CONDEMA, dirigentes da Associação e Fundação ARCA e os proprietários de terras do entorno da Lagoa.

De inicio o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente e também Presidente do CONDEMA, Cesar Cristóvão, fez uma exposição a despeito do estudo já realizado pela SEMACE e argumentou sobre a necessidade de haver de imediato a retirada das cercas que se encontram dentro da área pública de acordo com a delimitação constante no estudo geodésico feito pela SEMACE solicitado pela Promotoria Pública para dar continuidade aos encaminhamentos necessários.
Estudo Geodésico realizado pela SEMACE.

Já o Prefeito, Delvamberto Soares, afirmou que já existe cerca de R$ 500.000,00 para serem utilizados na limpeza da Lagoa, mas só poderá elaborar o projeto com a área pública delimitada e de fato liberada pelos proprietários.

O Ex-Prefeito Dorival e A servidora pública Francelma Bitú, ambos representavam seus pais, fizeram uma defesa em nome dos proprietários se utilizando do argumento de que para a continuidade do estudo não haveria necessidade de retirar as cercas, pois acreditam que sem tais cercas poderia se agravar ainda mais a poluição da Lagoa e que os mesmos de nenhuma forma estavam proibindo ou se opondo a realização dos estudos necessários.

Após diversas discussões e algumas provocações, o Promotor fez diversas ponderações, relatou que o objetivo de tal Audiência não era de solicitar a retirada de cercas e sim de tornar público à parte inicial do Estudo Geodésico e colher no final autorização dos proprietários para continuidade do estudo. Afirmou ainda que não conhecia a realidade de fato e que com essa audiência pode constatar as adversidades de pensamentos, estruturais e culturais de nossa cidade. Respeitava cada posicionamento, mas precisa tomar uma posição sempre legal e primando pela lei.

O Arqueiro Cicero Popó explanou que era possível continuar o estudo com as cercas e que após o estudo e as devidas delimitações do que realmente é área pública e privada, os proprietários seriam sensibilizados a fazer a retirada das mesmas. Os presentes entenderam que essa era a melhor saída e assinaram uma ata assumindo tal compromisso. 

Acredito que tal decisão foi a mais viável para o momento.

Muitos questionamentos surgem na comunidade sobre um eventual gasto com a limpeza e revitalização da Lagoa Santa Tereza.

Somos defensores da importância de tal conquista pra nossa cidade, mas será que não possuímos coisas de maior prioridade no difícil momento que estamos atravessando?

E o nosso abastecimento de água que se encontra em péssima situação?

O nosso açude Pajeú a cada ano sofre cada vez mais com a destruição da vegetação em seu entorno o que provoca o seu  assoreamento e podemos num curto intervalo de tempo termos maiores complicações com a falta de água em nossa cidade. Sem falar nas péssimas condições de acesso que se tem ao mesmo.

Será que se preocupar primeiro com a limpeza da Lagoa sem antes realizar todo o saneamento básico (esgoto) de nossa cidade é mais viável?


... ???

Defendemos que sejam bem avaliadas todas as possibilidades e sempre se executem as etapas com muito planejamento para que não se invista de forma errada e posteriormente paguemos de forma cruel pela falta de planejamento ou de visão futurista.