terça-feira, 21 de maio de 2013

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE ALTANEIRA FAZ PRESTAÇÃO DE CONTAS COM FALHAS



Secretário em Assembleia no SINSEMA
Durante Assembleia Geral do SINSEMA no mês de maio do corrente ano, o Secretário de educação de Altaneira, Vereador Deza Soares, Tio do Prefeito, apresentou uma tabela contendo valores sobre despesas e arrecadações dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril e as previsões para o resto do ano referente ao FUNDEB.
Desde que tivemos acesso a tais tabelas começamos fazer uma análise cuidadosa a despeito da veracidade das mesmas. Assim conseguimos averiguar erros de cálculos e inverdades nos valores contidos nas mesmas.
Veja:
Previsão de arrecadação 2013 – FUNDEB
R$ 4.246.107,20
Folha atual mês – Abril/2013
R$ 216.226,84
Previsão de gasto para 2013
R$ 2.882303,70 – equivale a 67,9%
Com o reajuste de 8% a folha passaria
R$ 233.524,98
Com o reajuste a previsão de despesas
R$ 3.112.886,70 – equivale a 73,3%

Como os ilustres leitores deste humilde blog podem comprovar nas imagens em anexo, o Secretário informou que estava gastando uma média de 78% dos recursos do FUNDEB com folha de pagamento, o que, por nossas análises, contraria a verdade. Mesmo com a concessão de reajuste de 8%, que já é recurso transferido pelo governo federal ao nosso município, os gastos com folhas de pagamentos não chegariam aos 78% e sim a em média de 73%.
Nota de esclarecimento distribuída pelo Secretário de Educação na Assembleia.

Em contato com a Direção do SINSEMA fomos informados que foi contratado um escritório de contabilidade para confrontar tais dados e valores. Repassaram-nos ainda o escritório já detectou vários erros e dados burlados em tais tabelas.

Passamos a cobrar um posicionamento mais coerente e correto do atual Secretário de Educação de Altaneira, que sempre se colocou como ético, moralista, correto, honesto e competente, mas parece que tudo não passava de maquiagem e uma farsa, pois quando o mesmo tem a oportunidade de fazer diferente e por em prática tudo que cobrava, passa a fazer muito pior.

Chamamos os professores a participarem dos debates e lutarem por seus direitos. Num há como aceitar, uma categoria que é classificada como formadores de opinião, se calar e aceitarem tudo que é lhes informado. Vamos a luta e conseguir mais vitórias.